Exposição Itinerante

Sentir Prá Ver:

Gêneros da Pintura na Pinacoteca de São Paulo
     Reunindo  uma  seleção  de  14  reproduções  fotográficas  de  obras  do  acervo  da  Pinacoteca do Estado, a  exposição “Sentir prá Ver”  é   um   convite,  a  todos  os  públicos,  para  que  apreciem,  por  meio  dos  sentidos,   com  ou  sem  o  uso  da visão, de alguns dos  principais  temas  das  artes  plásticas  como,  retratos, natureza-morta, cenas, paisagens e abstração, pintados por artistas entre os séculos XIX e XX no Brasil.
      Os  temas  aqui  representados  foram  organizados  segundo  uma leitura  comparativa  entre  obras com temáticas semelhantes, representadas,  porém,  de  formas  diferentes,  ampliando  desse modo,  as relações e significados que essas obras poderão suscitar nos visitantes.
      Para garantir  uma  participação  mais  efetiva e autônoma de todos os públicos, respeitando as suas diferenças e necessidades, a exposição “Sentir  prá  Ver”  foi  concebida  segundo  os  padrões  de acessibilidade  universal dirigidos principalmente às pessoas em cadeira de rodas, com mobilidade reduzida e perda parcial ou total de visão.
      Seguindo o  mesmo  critério de acessibilidade,  e para estimular e ampliar o conhecimento e a apreciação da arte utilizando-se de  todos  os  sentidos  foram  elaborados  para  essa  exposição,  recursos  de  apoio  multissensoriais  como,  reproduções  em  relevo, maquetes,  extratos  sonoros,  poemas  e  textos  investigativos,  sendo  estes  últimos, disponibilizados  em  dupla  leitura  (tinta com letras ampliadas e Braille) para pessoas com deficiências visuais.
       A  realização  dessa  exposição  não seria,  porém,  viabilizada  sem a  fundamental  participação  do  Núcleo de Ação Educativa da Pinacoteca  de  São  Paulo  e  do  Programa  Educativo  para  Públicos  Especiais,  implantado  nesse  Núcleo no ano de 2003, e que ao longo  de  seus  nove  anos  de  existência  tornou-se referência, nacional e internacional de ações sócio educativas para pessoas com deficiências em museus e instituições culturais.
Para saber mais acesse: www.sentirpraver.com.br         
Com o objetivo de equiparar a oportunidade entre os diversos públicos, 3 aspectos da acessibilidade foram observados desde o início do projeto:
Clique nas imagens  ou nos links  para abrir
preparação do espaço para garantir o acesso e a circulação do público principalmente com deficiência física, mobilidade reduzida e deficiência visual na exposição;
elaboração de recursos de apoio multissensoriais que permitam o acesso dos diversos públicos ao conteúdo da exposição;

 

ação educativa e consciência funcional para recepção e atendimento na exposição. Formação de profissionais em acessibilidade cultural e ação educativa inclusiva para públicos de museus;