PINACOTECA DE SÃO PAULO

PEPE - Programa Educativo Públicos Especiais

São Paulo/SP - ano 2003

      Implantado no ano de 2003, o Programa Educativo para Públicos Especiais (PEPE) do Núcleo de Ação Educativa  da  Pinacoteca  do  Estado  de  São  Paulo,  tem  por  objetivo  oferecer de forma permanente visitas  educativas  a  grupos  especiais ( compostos  por  pessoas  com deficiências    sensoriais,  físicas, intelectuais e com transtornos mentais ), e  grupos inclusivos (compostos por pessoas com e sem essas deficiências ).  O  PEPE   desenvolve   também   a   produção   de   recursos   de   apoio  multissensoriais, publicações especializadas e cursos de  formação em ensino da arte na educação especial  e inclusiva  e acessibilidade  em  Museus  para  profissionais  das  áreas  de  Museus,  Educação  e  Saúde,  incluindo encontros de consciência funcional para recepcionistas, atendentes e seguranças do Museu.

       A  partir  do  ano  de  2009  foi  acrescentada  às  ações  do  programa  a  Galeria Tátil de Esculturas Brasileiras  do  Acervo  da Pinacoteca, exposição permanente que permite a participação autônoma de pessoas  com deficiências visuais que poderão explorar e conhecer por meio do toque doze esculturas em bronze pertencentes a coleção desta instituição.   

       O PEPE tem atendido anualmente um público aproximado de 1.500 pessoas entre grupos especiais e  inclusivos,   profissionais  e  estudantes  de  áreas  afins.   O  programa  é  também  patrocinado  pela iniciativa  privada  com apoio da  lei  de incentivo do Ministério da Cultura e da Secretaria de Cultura do Estado  de  São  Paulo  e  tem  recebido  diversos  prêmios  por  sua atuação em programas de inclusão sócio-cultural no âmbito nacional.

   A seguir maiores detalhes das ações desenvolvidas pelo Programa:


  • Equipe especializada no atendimento aos públicos especiais e inclusivos composta  por  educadores  e   estagiários  incluindo  profissionais  com deficiências;
  • Recursos de apoio multissensoriais:  Pesquisa e produção de maquetes táteis   do   edifício  do  Museu   e  seu  entorno,  reproduções  em  relevo,  maquetes articuladas de obras de arte originais bi ou tridimensionais, jogos e  propostas poéticas   incluindo   fragmentos   sonoros   referentes   a   obras   e   galerias expositivas do Museu;
  • Publicações   adaptadas  em  dupla  leitura  com  imagens  em  relevo  e gravações em áudio-cd, produção acadêmica, folhetos e documentários com informações sobre o programa;
  • Atendimento ao público surdo:   Programa  permanente   contando  com a participação de educadora surda interprete de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) e videoguia sobre a exposição de acervo contendo apresentação em Libras e legendas em português;



  • Cursos de formação em Ensino da Arte na Educação Especial e Inclusiva e Acessibilidade   e   Ação  Educativa  Inclusiva   em   Museus  e  Instituições Culturais;


  • Consciência Funcional: Encontros periódicos para recepcionistas, atendentes de sala e seguranças da instituição;


  • Estágios  supervisionados   com   alunos   com  deficiências  pertencentes  a instituições   especializadas   tendo   por   objetivo   a   formação   de  jovens monitores para o atendimento de grupos especiais selecionados da própria instituição.



  • Estágios nacionais e internacionais:   Participação  em  palestras,   encontros,   seminários  com   intuito  de  divulgação  e  troca  de  experiências entre profissionais da área.


  • Premiações do do PEPE - Programa Educativo Públicos Especiais;






Clique nas imagens ou no linkpara abrir